Elas são curiosas, inteligentes e muito espertas. Driblar a perspicácia das crianças pode ser um desafio muito grande para os pais no dia a dia, principalmente ao evitar que acidentes domésticos aconteçam. Independentemente da idade, certos objetos e ambientes da casa podem ser muito perigosos para os pequenos.

Os números assustam: em 2020, segundo o Ministério da Saúde, os casos de acidentes domésticos envolvendo crianças foi 112% maior comparado ao ano anterior. Por isso, para essa realidade ser contornada, é preciso prevenir!

Veja abaixo 3 dicas que separamos para adaptar o seu lar e deixá-lo mais seguro para as crianças.

 

        1. Invista em acessórios de proteção

 

Adaptar os ambientes acaba sendo uma necessidade ao falar sobre crianças. Isso porque qualquer objeto aparentemente inofensivo pode ser motivo de acidentes. Procure investir na compra de travas para gavetas, protetores para tomadas, quinas e portas além das telas de proteção para janelas e sacadas – itens básicos, mas que podem trazer uma proteção fundamental para o dia a dia.

 

        2. Fale sobre segurança

 

Muitas vezes acabamos subestimando a inteligência das crianças. Porém, conversar e explicar sobre alguns cuidados faz com que os pequenos assimilem as ações a riscos. É importante explicar para a criança o motivo de certas atitudes não serem corretas ou permitidas. Afinal, somente proibir determinados comportamentos pode não ser eficaz e acabar gerando mais curiosidade pelo risco.

 

        3. Mantenha a casa organizada

 

Uma casa com a organização em dia é inimiga de acidentes. Tente manter os ambientes sempre em ordem, principalmente espaços muito usados pelas crianças. Dependendo da idade, ensiná-las a guardar os brinquedos e manter os locais sempre arrumados é uma maneira de mostrar a importância de uma rotina organizada, fazendo com que elas sempre saibam onde cada coisa se encontra – evitando a procura de ‘diversão’ onde não se deve.

Nem sempre conseguimos estar alerta o tempo todo, entretanto, certos hábitos devem servir como aliados quando o assunto é uma rotina com crianças.

pt_BRPortuguese